18 de set de 2012

Criadores negros. Genialidade e esforço para (re)inventar o mundo em que vivemos - Parte 02

Eles são muito pouco conhecidos de professores e estudantes. Embora muitos deles tenham sido cientistas e empreededores notáveis, continuam a frequentar muito pouco (mas muito pouco mesmo) as aulas de ciências e livros didáticos. Conheça alguns dos homens e mulheres negros que estão por trás de invenções importantes na história da humanidade.




GEORGE CRUM
Em 1853, o cozinheiro de um restaurante em Saratoga Springs, em Nova York, estava empenhado em agradar um cliente que estava no local. No entanto, suas batatas foram a porque estavam grossas e meio macias. Para irritar o cliente, George Crum cortou e fritou novas batatas, mas, dessa vez muito finas, crocantes e com uma generosa quantidade de sal, sem falar que seria muito difícil espetá-las no garfo. E o que era para provocar, acabou virando a sensação do restaurante. A partir daquele dia, outros clientes começaram a pedir a invenção do chef negro, os chips de Saratoga, ou, as famosas batatas fritas.






SARAH E. GOODE

Em 14 de julho de 1885, Sarah criou um projeto de camadobrável. Com o final da guerra civil americana, ela se mudou para Chicago e, mais tarde, tornouse dona de uma loja de móveis e as reclamações de seus clientes quanto a falta de espaço para as camas em suas casas ou pequenos apartamentos, fizeram com que Sarah começasse a pensar em algo para acabar com esse problema. Foi a primeira mulher negra a receber uma patente nos Estados Unidos.







MADAME C. J. WALKER

Foi a partir de uma doença em seu couro cabeludo, que Sarah Breedlove faz fama e fortuna, se transformando na primeira milionária afro-americana entre a passagem dos séculos 19 e 20. Com a queda dos cabelos, ela começou a fazer experiências com remédios caseiros e produtos disponíveis no mercado até criar um xampu e uma pomada à base de enxofre que restaurava a saúde do couro cabeludo e reativava o crescimento dos cabelos. Já ao lado do segundo marido, Charles Joseph Walker, a inventora não parou mais de experimentar e criou toda uma linha de produtos de beleza voltados para negros e negras, principalmente para os cabelos. A empresa, a CJ Walker Manufacturing Company se tornou uma potência nos Estados Unidos e até hoje é sinônimo de beleza negra no país.


Nenhum comentário:

Postar um comentário