16 de dez de 2013

Texto da 1ª Caminhada Zumbi dos Palmares

Esta é a 1ª Caminhada Zumbi dos Palmares pela Preservação daVida da População Negra, que é uma iniciativa do Fórum Permanente de Educação e Diversidade Ético- Racial do Jaboatão dos Guararapes - FERERJ e conta com o apoio do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros NEAB- da Universidade Federal de Pernambuco, Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes e Agência de Qualificação para o Trabalho para Organizações Associativas- A4.

     A ideia surgiu diante da constatação do silêncio, em grande parte do país sobre os altos níveis de assassinatos de mulheres e jovens negros e negras, já que, mesmo nas mais recentes mobilizações que ocorreram no país, não se percebeu o foco nesta questão.

O objetivo principal do evento é dar visibilidade aos altos índices de mortalidade da população negra no País, destacando a vida como um direito de todas as pessoas e cobrando das autoridades a construção e o cumprimento de uma agenda que vise minimizar esses índices.

 A Caminhada se justifica diante de fatos expressos inclusive na última pesquisa do IPEA, para cada 100 mulheres assassinadas no nordeste, 87 são mulheres negras e com baixa escolaridade. Entre 100 mulheres que morrem de parto, por não ter acesso a pré-natal e  a  alimentação condizente com o estado gestacional, 80 delas são negras ou indígenas.

   Outra parcela da sociedade que também  é vítima desse cenário é a  juventude negra brasileira. De acordo com o estudo A Cor dos Homicídios no Brasil, realizado pelo coordenador da área de estudos da violência da Faculdade Latino-Americana (RJ), Júlio Jacobo Waiselfisz, de 2001 a 2010, enquanto a morte de jovens brancos no país caia 27,1%, a de jovens negros crescia 35,9%.

    Em 2010 quase 35 mil negros foram assassinados no país e este fato evidencia  uma quantidade de mortes violentas bem superior ao de muitas regiões do mundo, que atravessaram conflitos armados internos ou externos.As maiores vítimas de violência são jovens negros, com baixa escolaridade e o racismo é a maior motivação para os crimes.
   Alagoas, Espírito Santo, Paraíba, Pará, Distrito Federal e Pernambuco são as unidades da Federação que mais registram casos de homicídios contra negros.

     Em Pernambuco, no ano de 2010 morreram assassinados 12 vezes mais negros que brancos e em Jaboatão do Guararapes, também em 2010, enquanto foram vítimas de homicídio 6,4% da população de fenótipo branco, 54% dos jovens assassinados eram negros.

       Em relação ao Dia da consciência Negra (20 de novembro, quando nos lembramos da luta pela emancipação do povo negro liderada por Zumbi dos Palmares) temos o dever humano e moral de reivindicar das diversas instâncias governamentais a efetivação de um pacote de ações  de caráter emergencial, que visem a modificação desse cenário alarmante, bem como  a criação do Núcleo da Saúde da População Negra, Núcleo da Educação da relações étnico-raciais e continuidade da  Coordenação de Políticas de Igualdade Racial, todas essas instâncias munidas de boa infra estrutura e e pessoal qualificado para lidar com a temática étnico-racial. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário